Liberdade é mesmo ainda pouco


Em 14 de abril,  a Quimera Produções Literárias voltou à livraria Leitura do Bangu Shopping, zona oeste do Rio de Janeiro, para mais um lançamento. O terceiro da editora. Desta vez, o estreante Filippe Vale lançava seu livro "Depressivo Depreciativo", sonho antigo do autor de primeira viagem que, antes do evento, falou à nossa revista sobre sua ansiedade:


O que o levou a optar por um livro com poemas, poesias e não um romance ou conto ou outro gênero?

Filippe: Por me sentir mais livre ao escrever e expressar meus sentimentos e sensações.


O que ou quem o trouxe para o mundo literária como escritor?

Filippe: As pessoas da minha rede social, como no Facebook, por verem minhas postagens com textos meus, fragmentos e sempre estimulavam para que eu um dia publicasse ou escreve algo maior. 


Que autores gosta de ler?

Filippe: Clarice Lispector, óbvio, Drummond, Pessoa, Quintana, Cecília Meireles, Caio Fernando Abreu, Pessoa, Mário de Andrade, Manuel Bandeira, Lobato e um pouco de Machado.


Algum gênero favorito? Pretende publicar algo dentro dele?

Filippe: Contos Psicológicos. Há um pretensão bem vaga para um futuro distante.


Em um breve trecho da apresentação de "Depressivo Depreciativo", o autor conta a sensação de libertação que a escrita e, principalmente, a publicação do livro traz, e fala de sua expectativa sobre as impressões e reações e sensações que espera de seus leitores a desfrutarem das páginas da obra. Afinal, é um livro que conta, em poesia, passagens vividas e lições aprendidas por Filippe. Narrando sabores e dissabores. O colorido e o incolor de amores correspondidos e não correspondidos. O que o autor carrega em seu coração e memória de cada um que passou por sua vida e deixou uma marca em sua história.


“Depressivo Depreciativo” é sua primeira obra: Qual sua expectativa para obras futuras?

Filippe: Eu não construo expectativas em minhas obras literárias, pois não me considero catedrático no mundo da escrita. Sou amante dos livros, da leitura, do ato de escrever e das "janelas" que esse universo possa atingir, e no mais escrever é um dom, uma ação, mas publicá-lo é um drama! 

O que esperar de “Depressivo Depreciativo”?

Filippe: Esperar devaneios de um ser humano aflito sobre sua ânsia de viver, sobre suas inquietações amorosas, suas inconformidades internas e sobre suas (in)sanidades mentais.


Você deixa claro no livro que os textos são referências a experiências vividas. Há alguma que queira destacar, que tenha deixado uma marca em particular?

Filippe: Todas possuem suas particulares, mas acredito que cabe isso ao leitor em se identificar na alegria ou na dor sofrida.


O evento reuniu familiares e amigos de Filippe Vale e contou com os cliques de Marianna Roman, CEO da editora, que testemunhou a emoção no olhar e nos abraços de cada um que passou pela livraria e adquiriu seu exemplar autografado.





Para encerrar o nosso papo com o autor, fizemos uma rapidinha para registrar detalhes do autor:


Cor: azul turquesa ou verde celeste.

Hobbies: fazer e assistir teatro. Comida: bife à milanesa Filme: A Pequena Seria Lugar: Meu quarto Pessoa: Clarice Lispector, minha mãe e minhas avós. (São plurais) Livro: Água Vivade Clarice Lispector Frase:"Liberdade é pouco, o que desejo ainda não tem nome." Clarice Lispector do livro Perto do Coração Selvagem e "Tudo que tiver que ser, será" Lua de Cristal da Xuxa. Filippex Filippe: Humano, amigo, íntegro, apaixonado pela vida, amante do magistério, ininteligível sobre a existência humano e família. Escrever é: uma gestação/um parto, é preciso gerar, mas nem todos querem, conseguem ou possuem condições para parir! "Depressivo Depreciativo" está disponível para compra na Livraria Leitura do Bangu Shopping. Adquira o seu e se emocione com os relatos e a libertação de um autor em devaneios reflexivos.




Por Marianna Roman

3 visualizações
 

Formulário de Inscrição

Rua Cartunista Millôr Fernandes, 1001 - casa 66A, Recreio dos Bandeirantes - Rio de Janeiro, RJ - 22790-691 | CNPJ: 29.158.914/0001-67

*Para compras na loja online, o envio é feito através dos Correios às sextas-feiras.

*Chegada a partir de 15 dias após envio

*Envios da loja feitos às sextas-feiras (para envios feitos às sextas, o envio só será feito na sexta seguinte)

*Os prazos estão alterados por conta da pandemia

*A editora não se responsabiliza por atrasos ou outros problemas nos serviços de terceiros.

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter

©2019 by Grupo Editorial Quimera | Rio de Janeiro, RJ